Casa Minimalista em Melbourne – Austrália

Casa Minimalista em Melbourne

por Davidov Partners Architects

O projeto da casa minimalista é de autoria do escritório de arquitetura australiano Davidov Partners Architects, e foi concluído no ano de 2015. A casa segue um estilo limpo e elegante muito utilizado em países de primeiro mundo. Sua fachada apresenta traços do estilo contemporâneo porém quando entramos, logo temos certeza sobre o estilo, se trata de uma casa minimalista, pela ausência de ornamentos e elementos decorativos, uma vez que o Minimalista é um estilo limpo e fluido.

Projetada para um casal sem filhos, a residência de 400 metros quadrados está baseada em 3 blocos principais pontuados por áreas envidraçadas. Essa solução foi tomada devido ao terreno ser comprido e estreito.

O design da cozinha é um dos pontos mais relevantes da casa minimalista de Davidov. Os clientes necessitavam de uma cozinha ampla que fosse preparada para receber um número grande de amigos e familiares, e que tivesse a aparência de um bar. Com essa perspectiva de uso o arquiteto criou uma ilha no centro da cozinha com formato de uma caixa preta, para que a cozinha fosse utilizada por todos, tanto no preparo do jantar quanto como uma bancada para apoiar os copos. Dessa forma a caixa preta seria o centro das atenções quando utilizada.

Aqui no Brasil esse tipo de cozinha é conhecido como cozinha gourmet, eu não sei como surgiu o nome, mas é assim que muitos decoradores chamam.  Se você gostou deste estilo de cozinha, fizemos um post com 37 Inspirações e Dicas de Decoração para Cozinha com Ilha que vale a pena conferir.

Como a cozinha gourmet era muito grande, os clientes também pediram por algo menor e mais reservado, para ser utilizado no dia a dia. Essa cozinha para o dia a dia foi implantada do lado da cozinha gourmet.

Gostou das cadeiras? Nós já falamos sobre essas cadeiras aqui no blog no post 9 Dicas para não errar na escolha das cadeiras da mesa de jantar, nesse post você pode ver o vídeo de como ela é feita, vale a pena conferir.

“CH24, Wishbone Chair, cadeira criada em 1949 para a fábrica de móveis Dinamarquêsa Carl Hansen & Søn pelo designer Hans J. Wegner. Esta linda cadeira é comercializada no Brasil com diversos nomes, em uma pesquisa rápida encontrei 4 nomes diferentes como, Cadeira Valentina, Cadeira Búzios, Cadeira Finn Teak e o nome original Cadeira Wishbone…”

Tanto no projeto arquitetônico quanto no projeto de interiores da casa minimalista os arquitetos utilizaram uma única paleta de cores, combinando tons de cinza, com branco preto e um toque de madeira com um tom de areia e bege. Esse tom de marrom foi utilizado em alguns móveis e piso da escada. Também podemos observar algo indo para o tom de areia e bege no piso da casa, onde o mármore travertino foi utilizado.

Atenção o mármore travertino é lindo, mas para usar no piso é preciso tomar alguns cuidados, pois ele é extremamente poroso. Por exemplo: Se você mora em uma cidade onde a poeira é vermelha, um dia seu piso irá ter um aspecto sujo na cor da terra, agora se você mora em um grande centro como São Paulo, a sujeira será preta. Então antes de escolher um piso como esse, consulte seu arquiteto e questione sobre a durabilidade e manutenção do material, além de técnicas de impermeabilização da pedra.

Outro cômodo de destaque é o quarto do casal, que foi concebido baseado nas suítes abertas de hotéis, com um grande pano de vidro na fachada, que vai do chão até o teto, proporcionando uma linha de visão e iluminação natural. O quarto também possui uma parede curva na área do chuveiro, o uso da curva nessa área quebra o ar austero da construção e dependendo do nível e direcionamento da iluminação, este elemento pode ser visto da fachada principal.

A o projeto para a residência LSD assim como é chamada pelos autores, segue uma estética minimalista que valoriza as linhas retas e a ausência de ornamentos, pode ser visualizado tanto na fachada quanto no interior . O uso dos materiais é restrito a tons de cinza, abusando do concreto e do vidro, com a madeira se destacando em determinados ambientes. O caráter dos materiais foi defendido pelos projetistas, que destacam que com a ação do tempo esses materiais vão adicionar novas camadas e contrastes ao projeto. Veja também a Casa Minimalista em Risskov que também se utiliza de tons sóbrios e faz uma relação interior-exterior acontecer quase que naturalmente.

O primor deste projeto arquitetônico rendeu para o escritório Davidov Partners Architects o prêmio Silver Melbourne Design Award, em 2015 na categoria residências construídas.

Quer ver outros projetos Minimalistas? Clique aqui e confira algumas casas e projetos de interiores que já postamos aqui no blog.


Projeto
LSD Residence
Melbourne, Austrália

Arquiteto: Davidov Partners Architects
Área: 400m²
Fotografo: Andrew Wuttke, Robert Davidov


Edição por Vanessa Fontes



RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR EMAIL

Nós inspiramos você e a sua casa!


Galeria de fotos

Casa Minimalista em Melbourne por Davidov Partners Architects:

Descrição do Autor:

LSD Residence

This new house was designed to accommodate a couple of soon to be empty nesters. Built on an irregular block the ground floor of the house was conceived as 3 distinct zones punctured by 2 glazed interstitial areas. This allowed the linear arrangement of the house to be perceived as contained and expanded.

The entry to the house enters directly into the first of these interstitial areas which contains the staircase and views beyond, allowing the modest proportions of the size (varying between 8-12m) to be maximized. The second interstitial area is occupied by the kitchen island executed as a simple black box containing some of the kitchen facilities. The other cooking and cleaning facilities as well as a walk in pantry are located adjacent to the island concealed from view.

The first floor master bedroom is conceived as a hotel suite. Entered via a dressing area that overlooks the entry void via plantation shutters, the open rooms contains the sleeping and ensuite facilities within a single space. The WC and shower are housed within a curved module rendered in the same cement render as the exterior of the building.

The curved wall of the shower animates the stark façade of the building, which, depending on the lighting levels and time of day emerges and submerges from view from the street.

The limited palate of natural materials, namely cement render and unfilled travertine are used throughout the house both internally and externally. Over time the contrasting effects of external wear and internal protection will allow the inherent nature of these materials to become more pronounced adding another layer of interest and subtle contrast.

Status: Completed

Location: Toorak – Victoria

Photographer: Andrew Wuttke, Robert Davidov

Casa Minimalista em Melbourne – Austrália
5 (100%) 2 votos
Tags:

Deixe aqui seu comentário ou feedback

%d blogueiros gostam disto: